sexta-feira, 28 de abril de 2017

Taças – Taça Ida (1921)

Assim como no ano anterior, em 1921 o Corinthians também levou para casa três troféus vencidos em disputas amistosas.

O primeiro deles foi a Taça Ida, logo na partida de abertura da temporada. Em 30 de janeiro, no estádio da Ponte Grande, um sonoro 5x0 contra o Paulista, com gols de Amílcar, Neco e Gambarotta – este marcou três vezes –, deu ao Corinthians a posse do troféu.

A taça foi oferecida por Vicente Chirichella. Esse nome, conforme conta Celso Unzelte, maior historiador do Corinthians em todos os tempos, seria protagonista de uma história no mínimo curiosa relacionada ao clube em um futuro próximo: ele trabalhava como taxista na década de 1930 e ouviu em seu carro a conversa entre dois cartolas do São Paulo, que pretendiam contratar o ótimo ponta-direita Lopes, embora este já tivesse sido indicado para o Corinthians. Corinthiano fanático, Chirichella não teve dúvidas: foi correndo avisar a diretoria corinthiana, que por sua vez garantiu a contratação do importante jogador.

Time-base: Mário; Nando e Gano; Roberto, Amílcar e Ciasca; Américo, Garcia, Gambarotta, Neco e Tatu. Técnico: Guido Giacominelli.

Para ver uma lista com todas as taças da história do Corinthians, clique aqui.

Para acessar os posts sobre outras taças da história do Corinthians, clique aqui.
                  

quarta-feira, 26 de abril de 2017

Taças – Taça Prefeitura Municipal de Guaratinguetá (1920)

O amistoso disputado contra a Desportiva de Guaratinguetá no campo do adversário no dia 19 de setembro de 1920 valia troféu: a Taça Prefeitura Municipal de Guaratinguetá.

Esse confronto era a partida principal do evento de inauguração da arquibancada do estádio, o qual contou com partidas preliminares e também com diversas solenidades oferecidas às equipes participantes.

Por muitos anos, o resultado desse jogo permaneceu desconhecido, embora se soubesse que o Corinthians ficou com a taça. Mas hoje, embora não haja conhecimento a respeito dos autores dos gols, sabe-se que vencemos o adversário por 3x0.

Foi a terceira e última taça amistosa que o Corinthians levantou no ano de 1920.

Time-base: Mário; Nando e Gano; Roverso, Amílcar e Roberto; Apparício, Garcia, Gambarotta, Neco e Basílio. Técnico: Amílcar Barbuy.

Para ver uma lista com todas as taças da história do Corinthians, clique aqui.

Para acessar os posts sobre outras taças da história do Corinthians, clique aqui.
                  

terça-feira, 25 de abril de 2017

Taças – Taça Doutor Arnaldo Vieira de Carvalho (1920)

Em 13 de junho de 1920, com gols de Garcia, Basílio, Neco e Apparício, o Corinthians goleou o São Bento por 4x1 em um amistoso disputado no Estádio da Floresta e levou para casa a Taça Doutor Arnaldo Vieira de Carvalho, colocada em disputa na ocasião.

O doutor Arnaldo Vieira de Carvalho, que havia falecido poucos dias antes da data dessa partida, foi o médico fundador da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, denominada Casa de Arnaldo, cujo endereço, a Avenida Doutor Arnaldo – uma das principais da capital paulista –, também leva o seu nome.

Uma curiosidade: dos três troféus amistosos que o Corinthians venceu em 1920, dois foram contra o São Bento – lembrando que a Taça Neco havia sido conquistada contra o mesmo adversário poucos meses antes.

Time-base: Pizzocaro; Nando e César Nunes; Roberto, Hugo e Ciasca; Apparício, Américo, Garcia, Neco e Basílio. Técnico: Amílcar Barbuy.

Para ver uma lista com todas as taças da história do Corinthians, clique aqui.

Para acessar os posts sobre outras taças da história do Corinthians, clique aqui.
                  

Agenda – 25 de abril

No dia 25 de abril de:

           
Para ver outras datas importantes da história do Corinthians 
na nossa agenda, clique aqui.

segunda-feira, 24 de abril de 2017

Pós-jogo: Corinthians 1x1 São Paulo

Campeonato Paulista 2017 – Semifinal: jogo de volta

Ninguém imaginava o contrário, não é mesmo?

Após a vantagem construída na partida de ida, uma semana atrás, bastou ao Corinthians empatar com o São Paulo para garantir uma vaga na final do Paulistão 2017.

E ontem, não é que o Jô marcou de novo? Um gol em cada clássico disputado nesse campeonato. Cinco em cinco jogos.

Nosso adversário será a Ponte Preta (ninguém imaginava o contrário, não é mesmo?), que também fez valer sua vantagem na primeira partida ao eliminar o Palmeiras.

Será a nossa primeira oportunidade de vencer um torneio de mata-mata desde 2013, quando conquistamos o Paulista e também a Recopa Sul-americana. De lá pra cá, só história triste em torneios eliminatórios – nosso único título do período foi o Brasileirão de 2015, disputado em pontos corridos –, sendo que acumulamos seis eliminações em nossa Arena. Hora de mudar essa escrita?

Próximo jogo: 30/4, contra a Ponte Preta, fora de casa, pelo Paulistão.

Veja os gols no vídeo:


Para ver os posts dos outros jogos do Campeonato Paulista de 2017, clique aqui.
      

quinta-feira, 20 de abril de 2017

Taças – Taça Neco (1920)

Em 1919, o Corinthians havia conquistado a Taça Amílcar, troféu que homenageava um dos primeiros ídolos da história do clube. Uma homenagem parecida ocorreu em 1920: no amistoso contra o São Bento disputado na Avenida Água Branca em 7 de março, o clube União Brasil ofereceu a Taça Neco ao vencedor da partida, troféu esse que fazia referência a Manoel Nunes, mais conhecido como Neco, um dos maiores ídolos corinthianos em todos os tempos e que junto a Amílcar era considerado um dos monstros sagrados das primeiras décadas da história do clube.

É interessante notar que 7 de março é exatamente o dia do aniversário de Neco. E com ele em campo, na data em que completava 25 anos, o Corinthians bateu o adversário por 1x0, gol de Gambarotta, e ficou com a taça.

Time-base: Russo; Gano e Nando; Bororó, Amílcar e Ciasca; Américo, Neco, Gambarotta, Armando e Basílio. Técnico: Amílcar Barbuy.

Para ver uma lista com todas as taças da história do Corinthians, clique aqui.

Para acessar os posts sobre outras taças da história do Corinthians, clique aqui.
                  

Pós-jogo: Corinthians 1x1 (3x4) Internacional

Copa do Brasil 2017 – Quarta fase: jogo de volta

Eliminados. Pela primeira vez na história corinthiana, fomos eliminados da Copa do Brasil por um time que não disputa a Série A do Campeonato Brasileiro.

E foi tão decepcionante quanto merecido. Decepcionante porque havia no ar a certeza de que iríamos avançar, já que tínhamos trazido um excelente resultado de Porto Alegre e estamos apresentando uma evolução visível ao longo da temporada. Mas merecido pelo fato de termos recuado tanto após marcarmos o primeiro gol, por termos deixado o Inter crescer no jogo, por só termos partido para o ataque após sofrermos o empate, por perdermos uns quatro gols feitos e por não termos nenhuma capacidade de realizar uma cobrança de pênaltis decente.

Os pênaltis, aliás, são um capítulo à parte. Com a exceção da partida contra o Brusque, nessa mesma Copa do Brasil, que vencemos (com as calças na mão, é verdade, mas vencemos), bater pênaltis tem sido um verdadeiro tormento para o Corinthians, especialmente em nossa Arena. E com um estilo de jogo que aposta em placares magros, segurando a classificação no fio da navalha, pênaltis são uma realidade. Tão realidade quanto as sucessivas desclassificações às quais temos que nos sujeitar.

Que sirva de aprendizado para o restante da temporada.

Próximo jogo: 23/4, contra o São Paulo, em casa, pelo Paulistão.

Veja os gols no vídeo:


Para ver os posts dos outros jogos da Copa do Brasil 2017, clique aqui.
          

segunda-feira, 17 de abril de 2017

Pós-jogo: São Paulo 0x2 Corinthians

Campeonato Paulista 2017 – Semifinal: jogo de ida

Na noite de ontem, o Timão deu um passo importantíssimo rumo a mais uma final estadual: venceu a partida de ida da semi, fora de casa, por 2x0 – e logo em um clássico contra o São Paulo.

Além de uma partida taticamente impecável da nossa equipe, o destaque vai para Jô, o "God of Clássicos", que marcou seu quarto gol em quatro partidas contra os grandes rivais neste ano.

E justiça seja feita: destaque também para o zagueiro adversário Rodrigo Caio, que teve a honestidade e a hombridade de avisar ao árbitro que não havia sido Jô, e sim ele próprio, quem havia pisado na perna do goleiro tricolor em um lance de disputa de bola. Com essa atitude louvável, o cartão que havia sido mostrado ao nosso atacante (e que custaria sua suspensão para a próxima partida) foi cancelado. Atitudes como essa devem servir de exemplo, independentemente de clubismo, pra que a deplorável cultura de malandragem no futebol acabe de uma vez por todas.

Não está nada ganho ainda... mas a verdade é que a vantagem construída ontem é muito difícil de ser revertida. E com o vareio que o Palmeiras tomou ontem da Ponte Preta, tá pintando um Corinthians x Ponte, reedição da histórica final de 77. Vamos ver se isso se confirma.

Ontem também voltamos a garantir a melhor campanha geral (empatado com o Palmeiras, é verdade, embora continuemos em desvantagem no critério de desempate, que é o número de vitórias) e também a melhor defesa do campeonato. Pra quem era taxado de "quarta força", acho que estamos bem, não?

Próximo jogo: 19/4, contra o Internacional, em casa, pela Copa do Brasil.

Veja os gols no vídeo:


Para ver os posts dos outros jogos do Campeonato Paulista de 2017, clique aqui.
      

Agenda – 15 de abril

No dia 15 de abril de:

  • 1963 nasceu Casagrande, atacante que atuou no Corinthians de 1980 a 1983, de 1985 a 1986 e em 1994.
           
    Para ver outras datas importantes da história do Corinthians 
    na nossa agenda, clique aqui.
     

    quinta-feira, 13 de abril de 2017

    Taças – Taça 47 (1919)

    A Taça 47, oferecida pela empresa Traponi & Cia., foi o último dos troféus amistosos que o Corinthians levantou no ano de 1919.

    Sua conquista se deu no dia 28 de dezembro daquele ano, contra a União Recreativa do Cambuci, em partida no Estádio da Rua Cesário Ramalho, após vitória por 2x0, gols de Bororó e Armando.

    Time-base: Medaglia; Nando e César Nunes; Gano, Bororó e Amílcar; Américo, Garcia, Marconi, Armando e Basílio. Técnico: Amílcar Barbuy.

    Para ver uma lista com todas as taças da história do Corinthians, clique aqui.

    Para acessar os posts sobre outras taças da história do Corinthians, clique aqui.
                      

    Pós-jogo: Internacional 1x1 Corinthians

    Copa do Brasil 2017 – Quarta fase: jogo de ida

    Fora de casa contra adversários difíceis, o Corinthians de 2017 joga pra empatar. E foi bem-sucedido em seu plano na noite de ontem: trouxe o 1x1 na bagagem de Porto Alegre.

    Mas a decisão fica mesmo pra semana que vem.

    Próximo jogo: 16/4, contra o São Paulo, fora de casa, pelo Paulistão.

    Veja os gols no vídeo:


    Para ver os posts dos outros jogos da Copa do Brasil 2017, clique aqui.
              

    quarta-feira, 12 de abril de 2017

    Taças – Taça União Brasil (1919)

    No dia 14 de julho, menos de três meses depois de o Corinthians vencer o União Brasil e levar para casa a Taça Amílcar, as duas equipes se enfrentaram novamente, quando um novo troféu foi colocado em disputa: a Taça União Brasil.

    Há fontes que classificam essa partida como um jogo-treino, o que justificaria o fato de os autores dos gols e a escalação corinthiana naquele dia não terem sido encontrados, já que jogos-treino não são contabilizados nas estatísticas do clube. No entanto, o encontro fazia parte de um festival promovido pelo União Brasil e realizado no estádio da Ponte Grande no qual foram realizadas três partidas.

    Encerrando o evento, a partida principal do festival, como não poderia deixar de ser, seria o confronto entre Corinthians e União Brasil. E assim como no jogo realizado em março entre as duas equipes, deu Corinthians, outra vez por 2x0.

    Para ver uma lista com todas as taças da história do Corinthians, clique aqui.

    Para acessar os posts sobre outras taças da história do Corinthians, clique aqui.
                      

    terça-feira, 11 de abril de 2017

    Taças – Taça Amílcar (1919)

    No dia 30 de março de 1919, um festival foi promovido pelo União Brasil no campo da Rua Müller. Três partidas seriam disputadas nesse evento, sendo a principal delas o confronto entre Corinthians e União Brasil cujo vencedor ficaria com a Taça Amílcar, oferecida pelo jornal A Gazeta.

    Ídolo do Corinthians entre 1913 e 1923, capitão do time por longos anos e também treinador da equipe, Amílcar Barbuy foi o primeiro jogador corinthiano a ser convocado para a Seleção Brasileira, em 1916, e com ela venceu o Campeonato Sul-Americano de 1919. Sua família possuía ligação com o Corinthians desde as origens do clube, e um episódio de sua paixão corinthiana, conforme boatos jamais confirmados, se refere ao dia em que, durante sua passagem pelo Palestra Itália, teria chegado a atuar com a camisa do Corinthians por baixo da do rival.

    Desfrutando de tamanho prestígio, não é de se estranhar que uma taça com o seu nome tenha sido criada e colocada em disputa. E nada mais justo do que ela ficar com a equipe da qual Amílcar era o técnico naquela partida, após vitória por 2x0 (os autores dos gols são desconhecidos).

    Time-base: Medaglia; Nando e César Nunes; Gano, Bororó e Ciasca; Américo, Garcia, Bingo, Marconi e Del Grande. Técnico: Amílcar Barbuy.

    Para ver uma lista com todas as taças da história do Corinthians, clique aqui.

    Para acessar os posts sobre outras taças da história do Corinthians, clique aqui.
                      

    segunda-feira, 10 de abril de 2017

    Pós-jogo: Corinthians 1x0 Botafogo

    Campeonato Paulista 2017 – Quartas de final: jogo de volta

    Faltou bola, é verdade. Mas a classificação veio, após um magro 1x0 contra o Botafogo de Ribeirão.

    Agora é aguardar o jogo entre Santos e Ponte Preta para vermos quem será o nosso adversário na semi (a própria Ponte ou o São Paulo).

    Próximo jogo: 12/4, contra o Internacional, fora de casa, pela Copa do Brasil.

    Veja o gol no vídeo:


    Para ver os posts dos outros jogos do Campeonato Paulista de 2017, clique aqui.
          

    quinta-feira, 6 de abril de 2017

    Taças – Taça oferecida pelo Sr. Celino Ambrósio (1917)

    Em abril de 1917, o Corinthians foi até a cidade de São Carlos para um amistoso a ser realizado no dia 15 daquele mês contra uma equipe local, o Paulista S. C.

    A partida, disputada no Estádio Derby Sãocarlense, valia uma taça oferecida pelo Sr. Celino Ambrósio. Neco fez dois e Casemiro González também marcou, garantindo a vitória do Corinthians por 3x1.

    Time-base: Russo; Gino e Casemiro González; Ciasca, Plínio e Oscar; Américo, Marconi, Amílcar Barbuy, Apparício e Neco. Técnico: Amílcar Barbuy.

    Para ver uma lista com todas as taças da história do Corinthians, clique aqui.

    Para acessar os posts sobre outras taças da história do Corinthians, clique aqui.
                      

    Pós-jogo: Corinthians 2x0 Universidad de Chile-CHI

    Copa Sul-Americana 2017 – Primeira fase: jogo de ida

    Após exatos 10 anos, o Timão voltou a disputar a Copa Sul-Americana.

    Essa competição, cá entre nós, ninguém quer jogar, pois significa que o time não se classificou pra Libertadores. Mas o fato é que acabou se tornando a prioridade corinthiana na temporada, não apenas por se tratar de mais um título internacional, mas principalmente por dar vaga para a Liberta e também para a Recopa de 2018.

    E na noite de ontem, demos um passo importante rumo à classificação para a segunda fase da competição: boa vitória, por 2x0 – resultado fundamental por não termos sofrido gols em casa.

    Próximo jogo: 9/4, contra o Botafogo, em casa, pelo Paulistão.

    Veja os gols no vídeo:


    quarta-feira, 5 de abril de 2017

    Taças – Taça Cronistas Esportivos (1916)

    Valendo a Taça Cronistas Esportivos, também chamada de Taça Imprensa, o Corinthians enfrentou um combinado das equipes Sport Club Internacional e Grêmio Atlético Vicentino, ambas da capital paulista, no dia 20 de agosto de 1916.

    O jogo, realizado no Parque Antártica, fez parte de um festival organizado pela Associação dos Cronistas Esportivos em que três partidas foram realizadas.

    Vencemos o adversário sem dificuldades, por 3x0 (não há registros sobre os autores dos gols).

    Time-base: Aristides; Fúlvio e Casemiro González; Police, Plínio e César Nunes; Américo, Marconi, Amílcar Barbuy, Apparício e Neco. Técnico: Amílcar Barbuy.

    Para ver uma lista com todas as taças da história do Corinthians, clique aqui.

    Para acessar os posts sobre outras taças da história do Corinthians, clique aqui.
                      

    domingo, 2 de abril de 2017

    Pós-jogo: Botafogo 0x0 Corinthians

    Campeonato Paulista 2017 – Quartas de final: jogo de ida

    Jogo fraco, resultado mais ou menos: empate sem gols contra o Botafogo, fora de casa, na primeira partida das quartas de final do Paulistão.

    Semana que vem, a decisão é em nossa Arena, palco de incontáveis eliminações corinthianas. Que tenhamos mais sorte dessa vez.

    Mas antes, estreia na Sul-Americana na quarta-feira, em mais uma das possíveis nove decisões consecutivas que teremos pela frente.

    Próximo jogo: 5/4, contra a Universidad de Chile-CHI, em casa, pela Sul-Americana.

    Para ver os posts dos outros jogos do Campeonato Paulista de 2017, clique aqui.