sexta-feira, 31 de março de 2017

Agenda – 31 de março

No dia 31 de março de:

  • 1954 nasceu Zenon, meio-campista que atuou no Corinthians de 1981 a 1985.
           
    Para ver outras datas importantes da história do Corinthians 
    na nossa agenda, clique aqui.

    quinta-feira, 30 de março de 2017

    Taças – Taça oferecida pelo Dr. Alcântara Machado (1916)

    O confronto entre Corinthians e Taubaté disputado na casa do adversário em 8 de outubro de 1916 poderia ser apenas mais um entre tantos amistosos realizados pelo clube em sua história. No entanto, a partida tem a sua relevância não apenas por ter colocado em disputa uma taça de prata, mas especialmente pelo fato de o troféu ter sido oferecido por um personagem importante do início da história corinthiana: o Dr. José de Alcântara Machado de Oliveira.

    Político, advogado e escritor, naquele mesmo ano Alcântara Machado já teria seu nome incluído nas atas de reuniões do clube, sendo até mesmo homenageado como presidente honorário corinthiano. Ele também seria importante na construção do Estádio da Ponte Grande em 1918, já que se esforçou junto à Prefeitura de São Paulo para que o Corinthians conseguisse o terreno para construir aquele que seria o primeiro campo particular em que o time mandaria seus jogos. Inclusive ele foi convidado a dar o pontapé inicial da partida inaugural do estádio, um 3x3 contra o Palestra Itália.

    Seu filho era o escritor Antônio de Alcântara Machado, também torcedor alvinegro, que escreveria em 1927 o conto "Corinthians (2) vs. Palestra (1)" em sua obra-prima Brás, Bexiga e Barra Funda.

    Quanto à partida contra o Taubaté, com gols de Amílcar e Américo, batemos o adversário por 2x0, garantindo que essa taça, ofertada por uma pessoa tão relevante nos primeiros passos trilhados pelo clube, ficasse para sempre em nossa galeria.

    Time-base: Aristides; Fúlvio e Casemiro González; Police, Plínio e César Nunes; Américo, Marconi, Amílcar Barbuy, Apparício e Neco. Técnico: Amílcar Barbuy.

    Para ver uma lista com todas as taças da história do Corinthians, clique aqui.

    Para acessar os posts sobre outras taças da história do Corinthians, clique aqui.
                      

    Pós-jogo: Corinthians 3x1 Linense

    Campeonato Paulista 2017 – 12ª rodada

    Já eram 5 jogos, ou 20 dias, sem conseguir vencer. Mas ontem, encerrando sua participação na primeira fase do Paulistão 2017, o Corinthians reencontrou o caminho da vitória: bateu o Linense por 3x1, em casa, garantindo a segunda posição na classificação geral.

    Primeiro de seu grupo, agora o Timão enfrentará o Botafogo de Ribeirão Preto nas quartas, em jogos de ida e volta.

    Próximo jogo: 2/4, contra o Botafogo, fora de casa, pelo Paulistão.

    Veja os gols no vídeo:


    Para ver os posts dos outros jogos do Campeonato Paulista de 2017, clique aqui.
            

    terça-feira, 28 de março de 2017

    Taças – Taça Beneficência Espanhola (1916)

    A Taça Beneficência Espanhola já havia sido vencida pelo Corinthians em 1915, após vitória sobre a A. A. das Palmeiras, vencedora do Campeonato Paulista da Apea naquele ano.

    Em 1916, o Corinthians disputou novamente a Taça Beneficência Espanhola. Dessa vez, o adversário foi o Germânia, que também havia sido campeão paulista em 1915, mas pela outra liga existente no período, a LPF.

    Tratava-se de um evento realizado no estádio Palestra Itália cuja renda seria destinada à Sociedade Beneficente Espanhola. Fizeram parte dessa disputa os dois quadros do Corinthians e do Germânia, sendo oferecidas pela Sociedade Beneficente Espanhola 11 medalhas de ouro aos vencedores da partida entre os primeiros quadros e uma taça à equipe que ganhasse o jogo entre os segundos quadros.

    Disputado no dia 26 de março, o confronto entre os primeiros quadros acabou empatado em 0x0. Assim, uma partida de desempate foi marcada para 16 de abril e acabou em goleada corinthiana por 4x1. Não há registros do autor de um dos gols do Corinthians, mas se sabe que Bianco fez dois e Dias também marcou.

    Time-base: Victorino; Fúlvio e Casemiro González; Police, Bianco e César Nunes (Américo); Dias, Peres, Amílcar Barbuy, Apparício e Neco. Técnico: Amílcar Barbuy.

    Para ver uma lista com todas as taças da história do Corinthians, clique aqui.

    Para acessar os posts sobre outras taças da história do Corinthians, clique aqui.
                      

    Agenda – 28 de março

    No dia 28 de março de:

    • 1966, Corinthians, Santos, Vasco e Botafogo, empatados na liderança do Torneio Rio-São Paulo com 11 pontos, foram declarados campeões devido à falta de datas para partidas-desempate, pois já haviam se iniciado as preparações da Seleção Brasileira para a Copa do Mundo de 1966. Assim, o Corinthians conquistou o Torneio Rio-São Paulo de 1966, o 4º de sua história.
               
    Para ver outras datas importantes da história do Corinthians 
    na nossa agenda, clique aqui.

    segunda-feira, 27 de março de 2017

    Taças – Taça Beneficência Espanhola (1915)

    Em 1915, valendo a Taça Beneficência Espanhola, o Corinthians jogou contra a Associação Atlética das Palmeiras, um dos gigantes do futebol paulista do início do século XX, em um amistoso disputado em 1º de maio no Velódromo Paulistano.

    Naquela época, havia duas ligas no futebol de São Paulo: a LPF e a Apea. O Corinthians havia acabado de conquistar o primeiro título de sua história pela LPF, em 1914; já a A. A. das Palmeiras seria o campeão de 1915 pela Apea poucos meses depois desse amistoso. Assim, o jogo era um verdadeiro duelo de titãs, reunindo duas equipes de ponta daquele período. 

    E deu Corinthians de lavada, por 3x0, gols de Apparício, Neco e Américo.

    No ano seguinte, enfrentaríamos o outro campeão paulista de 1915 – o Germânia, vencedor do torneio da LPF – em nova disputa da Taça Beneficência Espanhola, e venceríamos novamente.

    Time-base: Aristides; Fúlvio e Casemiro González; Police, Bianco e César Nunes; Américo, Ferruccio, Amílcar Barbuy, Apparício e Neco. Técnico: Amílcar Barbuy.

    Para ver uma lista com todas as taças da história do Corinthians, clique aqui.

    Para acessar os posts sobre outras taças da história do Corinthians, clique aqui.
                      

    Pós-jogo: São Paulo 1x1 Corinthians

    Campeonato Paulista 2017 – 11ª rodada

    Como costuma acontecer entre Corinthians x São Paulo, teve de tudo no clássico de ontem: adversário que marca gol e imita galinha pra nos provocar, outro que precisou fazer quatro faltas absurdas pra tomar dois amarelos e finalmente ser expulso, Jô fazendo o seu terceiro gol em três clássicos, gol de Rodriguinho mal anulado...

    Agora é encerrar a primeira fase contra o Linense e, provavelmente, pegar o Botafogo nas quartas.

    Próximo jogo: 29/3, contra o Linense, em casa, pelo Paulistão.

    Veja os gols no vídeo:


    Para ver os posts dos outros jogos do Campeonato Paulista de 2017, clique aqui.
            

    sexta-feira, 24 de março de 2017

    Pós-jogo: Corinthians 1x1 Red Bull Brasil

    Campeonato Paulista 2017 – 10ª rodada

    Mais um resultado ruim em Itaquera: empate contra o modesto Red Bull Brasil tomando gol nos acréscimos.

    Só que domingo é clássico, e a coisa muda de figura (ou pelo menos deve mudar).

    Próximo jogo: 26/3, contra o São Paulo, fora de casa, pelo Paulistão.

    Veja os gols no vídeo:


    Para ver os posts dos outros jogos do Campeonato Paulista de 2017, clique aqui.
            

    quarta-feira, 22 de março de 2017

    Taças – Taça Linha Circular (1938)

    Assim como já havia feito em 1936, o Corinthians realizou uma nova excursão pela Bahia no início de 1938, na qual disputou quatro amistosos. O primeiro deles, em 23 de janeiro, na cidade de Salvador, foi contra o Ypiranga (mesma equipe que tínhamos derrotado dois anos antes, na disputa da Taça Prefeitura de Salvador), e valia troféu, a Taça Linha Circular (dependendo da fonte, também chamada de Taça Linhas e Cabos). E com vitória magra por 1x0, gol marcado por Jango, trouxemos mais esse troféu para São Paulo.

    Time-base: José; Jaú e Carlos; Jango, Brandão e Tião; Lopes, Carlito (Mesquita), Otávio (Teleco), Carlinhos e Wílson. Técnicos: Neco e Antônio Pereira.

    Para ver uma lista com todas as taças da história do Corinthians, clique aqui.

    Para acessar os posts sobre outras taças da história do Corinthians, clique aqui.
                      

    Agenda – 22 de março

    No dia 22 de março de:

               
    Para ver outras datas importantes da história do Corinthians 
    na nossa agenda, clique aqui.

    terça-feira, 21 de março de 2017

    Taças – Taça Prefeitura de Salvador (1936)

    Apenas quatro dias antes, o Corinthians havia goleado o Botafogo baiano, conquistando assim a Taça Aliança da Bahia.

    Em 24 de setembro, continuando a série de amistosos que realizamos em Salvador, a vítima foi o Ypiranga, que já havíamos vencido no início da excursão. Dessa vez, derrotamos o adversário por 2x0, gols de Teixeira e Tedesco, e levamos a Taça Prefeitura de Salvador.

    Time-base: José; Jaú e Carlos; Jango, Brandão e Munhoz; Teixeira, Tedesco, Elyseo, Rato e Wílson. Técnico: Amílcar Barbuy.

    Para ver uma lista com todas as taças da história do Corinthians, clique aqui.

    Para acessar os posts sobre outras taças da história do Corinthians, clique aqui.
                      

    segunda-feira, 20 de março de 2017

    Taças – Taça Aliança da Bahia (1936)

    Entre setembro e outubro de 1936, aproveitando uma brecha no Campeonato Paulista, o Corinthians fez uma excursão pela Bahia, na qual realizou cinco amistosos na cidade de Salvador – e venceu todos.

    Duas dessas partidas valeram taça. Em uma delas, disputada em 20 de setembro contra o Botafogo local, a vitória por 6x1 – Brandão, Tedesco e Teleco marcaram dois gols cada – rendeu ao Corinthians a Taça Aliança da Bahia.

    Apenas quatro dias depois, levantaríamos também a Taça Prefeitura de Salvador, após batermos o Ypiranga.

    Time-base: José; Jaú e Carlos; Jango, Brandão e Munhoz; Teixeira, Carlito (Elyseo), Teleco (Tedesco), Rato e Wílson. Técnico: Amílcar Barbuy.

    Para ver uma lista com todas as taças da história do Corinthians, clique aqui.

    Para acessar os posts sobre outras taças da história do Corinthians, clique aqui.
                      

    Pós-jogo: Ferroviária 1x0 Corinthians

    Campeonato Paulista 2017 – 9ª rodada

    E não é que perdemos para a Ferroviária? Logo o vice lanterna (se bem que o gol foi irregular). Segunda derrota na competição, e novamente contra um time que briga contra o rebaixamento.

    De quebra, adeus melhor campanha...

    Próximo jogo: 23/3, contra o Red Bull, em casa, pelo Paulistão.

    Veja o gol no vídeo:


    Para ver os posts dos outros jogos do Campeonato Paulista de 2017, clique aqui.
            

    sexta-feira, 17 de março de 2017

    Taças – Taça Vada e Char de la Victoire (1928)

    No dia 22 de julho de 1928, um amistoso contra o América, do Rio de Janeiro, marcou a inauguração do estádio corinthiano da Fazendinha, no Parque São Jorge, cuja área havia sido adquirida junto ao clube Sírio dois anos antes.

    Duas taças foram oferecidas ao Corinthians nesse dia: a Taça Vada, ofertada pela joalheria de mesmo nome, e a Char de la Victoire, ambas entregues pelo América em comemoração a um dia importante da história corinthiana.

    A partida acabou empatada em 2x2, com os dois gols corinthianos marcados por De Maria.

    Além da própria inauguração da Fazendinha, dois outros fatos importantes ocorreram nesse dia: o gol que até hoje é o mais rápido da história do estádio – exatamente o primeiro, marcado por De Maria aos 29 segundos de partida – e a estreia do goleiro Tuffy, que se tornaria uma lenda na meta corinthiana.

    Time-base: Tuffy; Grané e Del Debbio; Nerino, Sebastião e Munhoz; Apparício, Neco, Rato, Guimarães e De Maria. Técnico: Ângelo Rocco.

    Para ver uma lista com todas as taças da história do Corinthians, clique aqui.

    Para acessar os posts sobre outras taças da história do Corinthians, clique aqui.
                      

    Pós-jogo: Corinthians 1x1 Luverdense

    Copa do Brasil 2017 – Terceira fase: jogo de volta

    Depois de vencer o Luverdense fora de casa por 2x0 na semana passada, convenhamos: caso a equipe mato-grossense revertesse o resultado na noite de ontem, essa eliminação seria a maior catástrofe em 107 anos de Corinthians.

    E foi sem muita dificuldade que conseguimos a classificação. Com um enorme volume de jogo, abrimos 1x0 no primeiro tempo, aí tiramos o pé. Cansamos de perder gols; o adversário, em compensação, achou um, e o jogo terminou mesmo em 1x1.

    Próximo jogo: 19/3, contra a Ferroviária, fora de casa, pelo Paulistão.

    Veja os gols no vídeo:


    Para ver os posts dos outros jogos da Copa do Brasil 2017, clique aqui.
              

    segunda-feira, 13 de março de 2017

    Taças – Troféu João Saldanha (2014)

    Até 2014, o Corinthians já havia conquistado em duas ocasiões o Troféu Osmar Santos, criado pelo jornal Lance! para ser entregue à equipe campeã do primeiro turno do Campeonato Brasileiro no formato de pontos corridos (nos anos de 2005 e 2011, quando a equipe venceu também o Brasileirão). Mas o Timão nunca tinha conseguido fazer a melhor campanha do segundo turno e, consequentemente, ainda não havia levado para casa o Troféu João Saldanha, também oferecido pelo Lance!.

    No Brasileirão de 2014, finalmente alcançamos essa façanha. Como nosso desempenho no primeiro turno não foi dos melhores (ficamos dez pontos atrás do líder e futuro campeão Cruzeiro), ninguém esperava muita coisa do time na sequência da competição. Só que tivemos uma recuperação impressionante: após 11 vitórias, 4 empates e 4 derrotas, somamos 37 pontos no segundo turno, mesma pontuação do Cruzeiro, mas levamos o Troféu João Saldanha graças ao saldo de gols (7 contra 6), pois ambas as equipes marcaram 26 gols, mas nós sofremos um a menos (19 contra 20).

    O interessante é que, para chegar a esses números, não foram considerados exatamente os últimos 19 jogos do Corinthians no campeonato. O que ocorre é que houve uma alteração na tabela, pois foi necessário fazer um teste na Arena Corinthians em junho, antes da realização da Copa do Mundo, e com isso as partidas entre Corinthians e Botafogo tiveram os mandos de campo alternados entre os dois turnos. Assim, nossa derrota por 1x0 em 11 de outubro contou pontos para o primeiro turno, enquanto o empate em 1x1 entre as duas equipes em 1º de junho foi válido pelo returno. E foi exatamente o ponto somado nesse empate que garantiu a conquista desse título simbólico e do primeiro Troféu João Saldanha de nossa história – cujo nome homenageia um dos mais importantes jornalistas esportivos da história do nosso país, que inclusive chegou a ser o treinador da Seleção Brasileira às vésperas da Copa de 1970.

    Uma curiosidade: esse foi o primeiro dos três turnos seguidos de Campeonato Brasileiro que vencemos, já que no Brasileirão de 2015, ano do hexa, fomos os campeões dos dois turnos.

    Time-base: Cássio; Fagner, Gil (Anderson Martins), Felipe e Fábio Santos (Uendel); Ralf (Bruno Henrique) (Ferrugem), Elias (Petros), Jadson (Danilo) e Renato Augusto (Lodeiro); Malcom (Luciano) e Guerrero (Romero). Técnico: Mano Menezes.

    Para ver uma lista com todas as taças da história do Corinthians, clique aqui.

    Para acessar os posts sobre outras taças da história do Corinthians, clique aqui.
                      

    Pós-jogo: Ponte Preta 1x1 Corinthians

    Campeonato Paulista 2017 – 8ª rodada

    Enfrentar a Ponte Preta é sempre complicado, em especial nos jogos fora de casa. Mas ontem, até conseguimos um resultado razoável – afinal, buscar um empate no final da partida após sairmos perdendo por 1x0 é sempre algo a se considerar positivo.

    Próximo jogo: 16/3, contra o Luverdense, em casa, pela Copa do Brasil.

    Veja os gols no vídeo:


    Para ver os posts dos outros jogos do Campeonato Paulista de 2017, clique aqui.
            

    Agenda – 13 de março

    No dia 13 de março de:

    • 1974 nasceu Marcos André Batista Santos, o Vampeta, meio-campista que atuou no Corinthians de 1998 a 2000, de 2002 a 2003 e em 2007.

    Para ver outras datas importantes da história do Corinthians 
    na nossa agenda, clique aqui.
       

    sexta-feira, 10 de março de 2017

    Pós-jogo: Luverdense 0x2 Corinthians

    Copa do Brasil 2017 – Terceira fase: jogo de ida

    E não é que o Corinthians tá jogando muita bola?

    Ontem, vencemos fora o Luverdense com dois gols logo no comecinho – e, o mais importante, apresentando um ótimo futebol e um sistema de jogo muito eficiente. Depois tomamos uma pressãozinha, é verdade... mas nada que assustasse muito.

    Agora é esperar um resultado normal em Itaquera para avançar mais uma vez.

    Próximo jogo: 12/3, contra Ponte Preta, fora de casa, pelo Paulistão.

    Veja os gols no vídeo:


    Para ver os posts dos outros jogos da Copa do Brasil 2017, clique aqui.
              

    terça-feira, 7 de março de 2017

    Agenda – 7 de março

    No dia 7 de março de:

    • 1895 nasceu Necomeio-campista que atuou no Corinthians de 1913 a 1930 e treinador do clube em 1920, 1927 e de 1937 a 1938.
                   
    • 1930 nasceu Luís Trochillo, o Luizinhomeio-campista que atuou no Corinthians de 1948 a 1962 e de 1964 a 1967.

    Para ver outras datas importantes da história do Corinthians 
    na nossa agenda, clique aqui.
              

    Taças – Taça Mais Querido do Brasil (1955)

    A Taça Mais Querido do Brasil não foi conquistada pelo Corinthians dentro de campo, e sim em uma votação popular.

    Em 1955, uma pesquisa em todo o território nacional foi promovida pelas Organizações Victor Costa, gigante grupo brasileiro de comunicação que possuía emissoras de rádio e de televisão, com o intuito de revelar qual clube tinha a preferência da população brasileira. E deu Corinthians, com 471.450 votos, muito à frente de Flamengo (155.300), São Paulo (150.150) e Palmeiras (61.500) – repare que o número de votos recebido pelo Corinthians é bem maior do que os dessas três equipes somadas.

    Foi a segunda eleição desse tipo encabeçada pelo Corinthians, pois em 1936 já havíamos recebido do jornal Diário de São Paulo a Taça O Mais Simpático de São Paulo.

    Para ver uma lista com todas as taças da história do Corinthians, clique aqui.

    Para acessar os posts sobre outras taças da história do Corinthians, clique aqui.
                      

    segunda-feira, 6 de março de 2017

    Taças – Copa dos Campeões (1986)

    Já fazia 51 anos que o Corinthians não conquistava uma taça internacional oferecida em uma partida única amistosa (a última havia sido contra o Boca Juniors, em 1935). Até que em 1986 o Timão foi convidado para ir até a Argentina enfrentar o Independiente, equipe que é simplesmente a maior ganhadora da história da Taça Libertadores da América – naquela época já havia vencido sete vezes a competição, recorde que ainda persiste.

    O amistoso, disputado no dia 18 de fevereiro, valia um troféu, a Copa dos Campeões, que agora se encontra exposta no Memorial do Corinthians, já que derrotamos os argentinos por 1x0, gol de Paulo César.

    Assim, trouxemos para o Brasil mais uma taça internacional conquistada em um amistoso – até os dias de hoje, a última desse tipo que levantamos –, sendo ela a única na nossa história que vencemos em solo estrangeiro.

    Time-base: Solito; César (Márcio), Paulo, Edivaldo e Aílton; Biro-Biro, Wilson Mano e Luís Fernando; Paulo César (Cacau), Lima (Dicão) e João Paulo. Técnico: Rubens Minelli.

    Para ver uma lista com todas as taças da história do Corinthians, clique aqui.

    Para acessar os posts sobre outras taças da história do Corinthians, clique aqui.
                      

    Agenda – 6 de março

    No dia 6 de março de:

    • 1968 o Corinthians venceu o Santos por 2x0. É o fim do tabu de 11 anos sem vencer o rival no Campeonato Paulista.

    Para ver outras datas importantes da história do Corinthians 
    na nossa agenda, clique aqui.

    Pós-jogo: Corinthians 1x0 Santos

    Campeonato Paulista 2017 – 7ª rodada

    Falaram que ia ter clássico no sábado. Engraçado... Só vi um time jogando!

    Mais uma vez por 1x0 e mais uma vez com gol de Jô, que já havia nos dado a vitória no clássico contra o Palmeiras, dominamos o Santos e vencemos mais uma.

    Próximo jogo: 9/3, contra o Luverdense, fora de casa, pela Copa do Brasil.

    Veja o gol no vídeo:


    Para ver os posts dos outros jogos do Campeonato Paulista de 2017, clique aqui.
            

    sexta-feira, 3 de março de 2017

    Taças – Troféu Boca Juniors (1935)

    Mais uma dentre as diversas taças erguidas pelo Corinthians no período, o Troféu Boca Juniors foi conquistado após vitória sobre a equipe argentina em um amistoso disputado no Parque São Jorge no dia 10 de fevereiro de 1935. O Memorial do Corinthians, aliás, conserva em seu acervo a bola dessa partida até os dias de hoje.

    Em excursão pelo Brasil, o Boca vinha invicto – isso, até ter pela frente o Corinthians. Com gols de Mamede e Wilson, vencemos por 2x0, e podia ter sido mais, porque na segunda etapa foi marcado um pênalti a favor do Corinthians, mas os argentinos não permitiram a cobrança e abandonaram o gramado em protesto. O árbitro até ordenou a cobrança contra o gol vazio, o que ampliou o placar para 3x0, mas o gol acabou não sendo validado, e a partida acabou oficialmente em 2x0 para o Corinthians.

    Time-base: José; Jaú e Jarbas; Brito, Brandão e Munhoz; Teixeira, Mamede, Teleco, Carlito (Zuza) e Wilson (Baianinho). Técnico: Amílcar Barbuy.

    Para ver uma lista com todas as taças da história do Corinthians, clique aqui.

    Para acessar os posts sobre outras taças da história do Corinthians, clique aqui.
                      

    quinta-feira, 2 de março de 2017

    Pós-jogo: Brusque 0x0 (3x5) Corinthians

    Copa do Brasil 2017 – Segunda fase

    Quase uma zebra, hein?

    Verdade seja dita: é inadmissível tomar sufoco em um empate em 0x0 e precisar da disputa de pênaltis para derrotar um clube do porte do Brusque.

    Mas no fim deu tudo certo. Apesar de tudo quase ir por água abaixo após o reestreante Jadson perder a primeira cobrança, Fagner e Jô não sentiram a pressão de terem que marcar para manter o Timão vivo na competição, e uma desastrosa quinta cobrança do Brusque levou para as alternadas. E foi aí que o "gato" Carlos Alberto, contratado pelo Corinthians em 2007 após o episódio da adulteração de sua idade ter vindo à tona, resolveu mostrar o quanto é grato ao time, apesar de hoje defender o Brusque: bateu bizarramente o seu pênalti, dando a Romero (outro que não sentiu a pressão) a oportunidade de nos classificar para a próxima fase.

    E agora, teremos pela frente o Luverdense, que já enfrentamos na edição de 2013 da competição.

    Próximo jogo: 4/3, contra o Santos, em casa, pelo Paulistão.

    Veja a disputa de pênaltis no vídeo:


    Para ver os posts dos outros jogos da Copa do Brasil 2017, clique aqui.