quarta-feira, 30 de novembro de 2016

Títulos – Torneio Início de 1941

Em 2 de março de 1941, uma semana antes da estreia corinthiana pelo Campeonato Paulista daquele ano, foi disputado no Pacaembu o Torneio Início. Seguindo o sistema da já tradicional competição, foram realizadas partidas eliminatórias de menor duração, todas em um mesmo dia, até que se definisse um campeão.

E o Corinthians venceu os seus três jogos no torneio, todos por 1x0: na estreia, derrotou o Ypiranga, com um gol de Joane; na partida seguinte, bateu o Comercial, dessa vez com Teleco; e na final, novamente Teleco marcou na vitória sobre a Portuguesa.

Assim, o Corinthians conquistou o Torneio Início de 1941, o sétimo de sua história, levando para casa a Taça Capitão Sylvio de Magalhães Padillha, troféu cujo nome era uma referência a um importante militar, atleta e dirigente esportivo da época.

Foi o primeiro Torneio Início que conquistamos no Pacaembu e a terceira vez em que esse título foi comemorado em um ano em que venceríamos também o Campeonato Paulista, repetindo os feitos de 1929 e 1938.

Time-base: Ciro; Agostinho e Chico Preto; Jango, Brandão e Dino; Lopes, Joane, Teleco, Caio e Carlinhos. Técnico: Del Debbio.

Para ver uma lista com todos os títulos da história do Corinthians, clique aqui.

Para acessar os posts sobre outros títulos da história do Corinthians, clique aqui.
                  

segunda-feira, 28 de novembro de 2016

Pós-jogo: Corinthians 0x0 Atlético-PR

Campeonato Brasileiro 2016 – 37ª rodada

Faltando apenas uma rodada para acabar a mais do que decepcionante temporada 2016, a conclusão que conseguimos tirar é uma só: esse Corinthians é simplesmente incapaz de jogar uma decisão. Seja pelo aspecto psicológico ou por pura ruindade do elenco, o fato é que nunca conseguimos o resultado necessário quando a partida vale alguma coisa de verdade.

Foi assim em quase todos os clássicos que disputamos no ano, foi assim no Paulista, na Libertadores e na Copa do Brasil e tem sido assim também no Brasileiro. Na partida disputada sábado, bastava uma vitória simples contra o limitado Atlético-PR, um dos piores visitantes da competição, para que dependêssemos apenas de nossos resultados em busca de uma vaga na Libertadores do ano que vem. Mas como este ano não cansa de apresentar frustrações para o torcedor corinthiano, nem mesmo o fator casa ajudou: apenas empatamos em 0x0, o que deixa a nossa classificação para o torneio continental cada vez mais distante, já que precisaremos vencer o Cruzeiro em Belo Horizonte e ainda torcer para um tropeço de Atlético-PR ou Botafogo.

Próximo jogo: 4/12, contra o Cruzeiro, fora de casa, pelo Brasileirão.

Para ver os posts dos outros jogos do Campeonato Brasileiro 2016, clique aqui.
         

sexta-feira, 25 de novembro de 2016

Agenda – 25 de novembro

No dia 25 de novembro de:

 
Para ver outras datas importantes da história do Corinthians 
na nossa agenda, clique aqui.

quinta-feira, 24 de novembro de 2016

Títulos – Torneio Início de 1938

Abrindo a temporada oficial de 1938, o Torneio Início daquele ano foi realizado no Parque São Jorge no dia 6 de março. O sistema era aquele já conhecido: jogos eliminatórios de menor duração disputados no mesmo dia.

Estreamos vencendo o São Paulo por 2x0, com gols de Umbigo, que fazia sua estreia no time, e Lopes.

Na sequência, apenas empatamos em 0x0 com a Portuguesa, mas vencemos por 2x0 pelo critério de desempate, que era o número de escanteios.

E na final, Umbigo marcou novamente, e vencemos a Portuguesa Santista por 1x0.

Foi o sexto título do Corinthians na competição e o primeiro conquistado em seu estádio. Além disso, vencemos o Torneio Início na mesma temporada em que seríamos também o campeão paulista, assim como já havia ocorrido em 1929.

Time-base: José I; Espinafre e Carlos; Jango, Brandão e Gasperini; Lopes, Daniel, Umbigo, Carlinhos e Wílson. Técnicos: Antônio Pereira e Neco.

Para ver uma lista com todos os títulos da história do Corinthians, clique aqui.

Para acessar os posts sobre outros títulos da história do Corinthians, clique aqui.
                  

quarta-feira, 23 de novembro de 2016

Títulos – Torneio Início de 1936

O Torneio Início de 1936 foi disputado em 19 de abril, no Parque Antártica, para abrir a temporada oficial daquele ano, já que o Campeonato Paulista começaria na semana seguinte. Os jogos seguiam o sistema de sempre: eram eliminatórios, de menor duração e realizados em um único dia.

Naquela época, novamente havia duas entidades organizando o futebol de São Paulo, a LPF e a Apea – isso sem contar a FPFA, Federação Paulista de Futebol Amador –, cada uma realizando os seus próprios campeonatos. E foi pela LPF, entidade à qual o Corinthians se encontrava filiado, que disputamos o Torneio Início de 1936.

Fizemos quatro jogos na competição.

Estreamos contra o Juventus, empatando em 0x0, sendo preciso recorrer ao desempate pelo número de escanteios, o qual vencemos por 3x2.

Depois, contra o Paulista, novo empate em 0x0 e outra vitória apenas no número de escanteios, por 1x0.

Na sequência, finalmente ganhamos uma partida na competição: 1x0 na Portuguesa Santista, mas apenas na prorrogação, com um gol de Jango.

Na partida final, nosso adversário seria o Estudantes. E só pra não perder o costume, outra vez empatamos em 0x0 e novamente vencemos apenas no número de escanteios, por 1x0.

Foi o nosso quinto título na competição, e com certeza o que conquistamos com maior sufoco. Mas valeu para ampliar a vantagem do Corinthians como o maior vencedor da história do Torneio Início.

Time-base: José I; Jaú e Carlos; Brito, Brandão e Munhoz; Jango, Carlito, Teleco, Tedesco e Wílson. Técnico: José Foquer.

Para ver uma lista com todos os títulos da história do Corinthians, clique aqui.

Para acessar os posts sobre outros títulos da história do Corinthians, clique aqui.
                  

terça-feira, 22 de novembro de 2016

Títulos – Torneio Início de 1929

Depois de oito anos, o Corinthians voltou a vencer o Torneio Início em 1929.

Nessa época, havia duas entidades de futebol em São Paulo: a Apea e a LAF. Cada uma organizava o seu próprio Campeonato Paulista e também o seu Torneio Início. Como o Corinthians era filiado à Apea, foi o Torneio Início dessa entidade que o Corinthians disputou.

Diferentemente de outras edições dessa competição, a de 1929 não foi realizada antes de começar o Campeonato Paulista, e sim em uma pausa do estadual, no dia 7 de setembro. A disputa teve como sede o Parque Antártica e seguia o já tradicional sistema de jogos de menor duração, eliminatórios, realizados em um mesmo dia.

Na nossa primeira partida, vencemos o Sírio por 1x0, gol de Gambinha.

E no jogo final, contra a Portuguesa, empatamos em 0x0, sendo necessário o desempate pelo número de escanteios, no qual levamos vantagem por 2x0. Assim, levamos para casa o título do Torneio Início pela quarta vez e a Taça Benedito Montenegro, troféu que levava o nome de um importante médico brasileiro do período. Foi, aliás, a primeira vez em que vencemos o Torneio Início e o Campeonato Paulista no mesmo ano.

Time-base: Tuffy; Grané e Del Debbio; Nerino, Guimarães e Munhoz; Apparício, Peres, Valeriano, Gambinha, Rato e Gambinha. Técnico: Virgílio Montarini.

Para ver uma lista com todos os títulos da história do Corinthians, clique aqui.

Para acessar os posts sobre outros títulos da história do Corinthians, clique aqui.
                  

Pós-jogo: Corinthians 1x0 Internacional

Campeonato Brasileiro 2016 – 36ª rodada

Eu poderia começar esse post com um "Chupa, Inter!" ou com um "Ão, ão, ão, segunda divisão!", mas não vou fazer isso, por dois motivos: primeiro, porque o Inter não caiu (ainda); segundo, porque esse espaço é dedicado apenas ao Corinthians, ou seja, só o Corinthians nos importa.

Falemos do jogo, então. Jogamos mal, é verdade, mas como é importante voltar a vencer após cinco partidas!

E que dia de Marlone! Indicado pela Fifa na manhã de ontem ao Prêmio Puskas, dedicado ao gol mais bonito da temporada, foi também dele o gol da vitória à noite.

Agora, pra aqueles que dizem que não foi pênalti, que vão todos pro inferno! Estamos sendo prejudicados o campeonato inteiro, ao contrário do Inter, que se não fosse a juizada dando uma mão já estaria rebaixado há umas boas rodadas. E se um erro não justifica o outro, pelo menos me deixa com a consciência tranquila saber que em um campeonato com 38 rodadas dá tempo de ser beneficiado e prejudicado, aí no fim das contas as coisas se equilibram.

E aí me vem o presidente do Inter, mais um dos tantos dirigentes irresponsáveis que temos em nosso país, dizer que o jogo deveria ser anulado! Êta, chororados... Tá difícil de reconhecer a própria incompetência? Pra mim não foi nada MESMO, pois o Romero deu um mergulho digno de Michael Phelps na área, maaaaaaas uma coisa não tem nada a ver com a outra.

Com o resultado, a nossa vaga na Libertadores fica um pouco mais viável, especialmente se o Atlético-MG vencer a Copa do Brasil e o G6 virar G7. O próximo jogo, novamente em casa, contra o Atlético-PR – adversário direto por uma das vagas – será decisivo, e temos que vencer.

De qualquer forma, por mais que eu tenha prometido que não falaria do Inter, uma coisa tem que ser dita: nunca torci tanto pelo rebaixamento de um clube. Seria um prêmio por toda a arrogância, por cada "time grande não cai" que essa torcida falou nos últimos anos e principalmente a justiça sendo feita depois de nove anos daquela vergonhosa entregada contra o Goiás que acabou decretando a nossa queda em 2007.

E põe no DVD.

Próximo jogo: 26/11, contra o Atlético-PR, em casa, pelo Brasileirão.

Veja o gol (e o lance do pênalti) no vídeo:


Para ver os posts dos outros jogos do Campeonato Brasileiro 2016, clique aqui.
         

segunda-feira, 21 de novembro de 2016

Agenda – 20 de novembro

No dia 20 de novembro de:

  • 1967 nasceu Ronaldo, goleiro que atuou no Corinthians de 1988 a 1998.

Para ver outras datas importantes da história do Corinthians 
na nossa agenda, clique aqui.

Agenda – 19 de novembro

No dia 19 de novembro de:

  • 1912 nasceu Domingos da Guia, zagueiro que atuou no Corinthians de 1944 a 1948.


Para ver outras datas importantes da história do Corinthians 
na nossa agenda, clique aqui.

sexta-feira, 18 de novembro de 2016

Títulos – Torneio Início de 1921

Embora realizada em 26 de dezembro de 1920, a terceira edição do Torneio Início valia para o ano de 1921. E a disputa teve como resultado um tricampeonato corinthiano, já que havíamos também conquistado o título em 1919 e 1920.

Assim como nos anos anteriores, as partidas possuíam menor duração e foram realizadas em um único dia, no Estádio da Floresta. Os participantes eram as equipes que disputariam o Campeonato Paulista de 1921.

Estreamos batendo o São Bento por 2x0.

Na sequência, após empate em 1x1 contra o Paulistano, foi necessário recorrer ao número de escanteios, que era o critério de desempate da competição, e vencemos por 3x1.

Encerramos nossa participação simplesmente goleando: 7x0 sobre o Minas Gerais.

Infelizmente, não há informações sobre os autores dos gols nessa competição.

A conquista deu ao Corinthians a posse definitiva da Taça Challenge, já que estava definido que o troféu ficaria para quem vencesse a competição por três vezes. E não teve nem graça, já que o Corinthians venceu logo as três primeiras edições.

Time-base: Mário; Nando e Gano; Roberto, Amílcar Barbuy e Ciasca; Américo, Garcia, Gambarotta, Neco e Basílio. Técnico: Amílcar Barbuy.

Para ver uma lista com todos os títulos da história do Corinthians, clique aqui.

Para acessar os posts sobre outros títulos da história do Corinthians, clique aqui.
                  

quinta-feira, 17 de novembro de 2016

Títulos – Torneio Início de 1920

Campeão do primeiro Torneio Início, no ano de 1919, o Corinthians venceu também a segunda edição dessa competição, em 1920.

Realizado em 11 de janeiro, o campeonato seguia o formato da edição anterior: jogos eliminatórios de menor duração entre as equipes participantes do Campeonato Paulista daquele ano, disputados no Estádio da Floresta em um único dia, até que se chegasse à definição de um campeão.

Na primeira partida, vencemos o São Bento por 1x0, gol de Basílio, e avançamos.

Em seguida, novamente por 1x0, batemos o Ypiranga com um gol de Gambarotta e nos classificamos para a partida final da competição.

E então, contra o Internacional, dois gols de Neco e um de Gambarotta nos deram a vitória por 3x1 e a conquista do bicampeonato do Torneio Início – que no ano seguinte se transformaria em um tri.

O título valeu também a Taça Challenge, pelo segundo ano consecutivo.

Time-base: Russo; Nando e César Nunes; Bororó, Amílcar Barbuy e Ciasca; Américo, Neco, Gambarotta, Garcia e Basílio. Técnico: Amílcar Barbuy.

Para ver uma lista com todos os títulos da história do Corinthians, clique aqui.

Para acessar os posts sobre outros títulos da história do Corinthians, clique aqui.
                  

Pós-jogo: Figueirense 1x1 Corinthians

Campeonato Brasileiro 2016 – 35ª rodada

Em mais uma das infinitas apresentações patéticas do Corinthians na temporada, conseguíamos o milagre de estarmos vencendo o jogo mesmo mal tendo chutado no gol, até que tomamos um gol ridículo, de um time que vai ser rebaixado, em uma cobrança de FALTA DO CAMPO DE DEFESA, aos 48 do segundo tempo. Gol impedido, é verdade, em mais um episódio no qual somos prejudicados pela arbitragem, mas nada que possa servir de muleta para disfarçar o péssimo futebol praticado pela nossa equipe, que segue ladeira abaixo. Aliás, eu poderia dizer que o Figueirense, como sempre, foi uma pedra no nosso sapato, mas esse Corinthians passa vergonha contra qualquer adversário.

Lembrando que a vitória nos colocaria no tão sonhado G6, que não passa de um prêmio de consolação para uma temporada tão ridícula, sem contar que a cada jogo essa vaga parece algo que não merecemos e que não alcançaremos.

Próximo jogo: 21/11, contra o Internacional, em casa, pelo Brasileirão.

Veja os gols no vídeo:


Para ver os posts dos outros jogos do Campeonato Brasileiro 2016, clique aqui.
         

quarta-feira, 16 de novembro de 2016

Títulos – Torneio Início de 1919

Também chamado de Torneio Eliminatório de Foot-Ball, o Torneio Início do Campeonato Paulista, como seu próprio nome já define, foi uma competição já extinta que servia como uma espécie de aquecimento para o campeonato estadual a ser disputado. Seguindo um modelo já adotado em outros estados brasileiros, as equipes se enfrentavam em partidas de menor duração, sendo todas realizadas no mesmo dia, e eliminatórias, com os vencedores avançando no mata-mata até que fosse definido um campeão.

A competição, organizada pela primeira vez em 1919, tinha como participantes as mesmas 10 equipes que jogariam o Campeonato Paulista daquele ano. Foi realizada em 26 de janeiro, no Estádio da Floresta, propriedade da Associação Atlética das Palmeiras, que além de participar do certame também foi a organizadora.

Nossa estreia foi contra a equipe que então já despontava como nosso maior rival: o Palestra Itália. Após igualdade no placar em 0x0, o critério de desempate, acredite, era o número de escanteios, e como foram cinco corinthianos contra apenas um palestrino, avançamos.

O adversário na etapa seguinte seria o Paulistano, que naqueles tempos era o clube mais vencedor de São Paulo, e novamente vencemos: 1x0, gol de Rogério.

Na partida final, contra o Minas Gerais, com dois gols de Neco e um de Garcia, a goleada por 3x0 deu ao Corinthians a Taça Challenge e o título da primeira edição do Torneio Início.

Foi o primeiro dos nove títulos corinthianos no Torneio Início – um recorde – e também o passo inicial para a conquista do tricampeonato logo nas três primeiras edições da competição, em 1919, 1920 e 1921, o que valeria a posse em definitivo da Taça Challenge.

Time-base: Medaglia; César Nunes e Nando; Gano, Amílcar Barbuy e Ciasca; Américo, Garcia, Bororó, Neco e Rogério. Técnico: Amílcar Barbuy.

Para ver uma lista com todos os títulos da história do Corinthians, clique aqui.

Para acessar os posts sobre outros títulos da história do Corinthians, clique aqui.
                  

Agenda – 16 de novembro

No dia 16 de novembro de:

  • 1965 o Corinthians representou a Seleção Brasileira em um amistoso contra o Arsenal, da Inglaterra. Resultado: Corinthians 0x2 Arsenal.

Para ver outras datas importantes da história do Corinthians 
na nossa agenda, clique aqui.

segunda-feira, 14 de novembro de 2016

Agenda – 14 de novembro

No dia 14 de novembro de:

  • 1975 nasceu Luizão, atacante que atuou no Corinthians de 1999 a 2002.

Para ver outras datas importantes da história do Corinthians 
na nossa agenda, clique aqui.

Agenda – 12 de novembro

No dia 12 de novembro de:

  • 1913 nasceu Uriel Fernandes, o Teleco, atacante que atuou no Corinthians de 1934 a 1944.

Para ver outras datas importantes da história do Corinthians 
na nossa agenda, clique aqui.

quinta-feira, 10 de novembro de 2016

Títulos – Taça Cidade de Porto Alegre de 1983

Eliminado do Campeonato Brasileiro de 1983, o Corinthians aproveitou o tempo de folga antes do início do Campeonato Paulista disputando a Taça Cidade de Porto Alegre, torneio amistoso promovido pelo Sport Club Internacional.

Os participantes eram quatro: além de Corinthians e do anfitrião Internacional, entraram na disputa o Palmeiras e o América-RJ. Todos os jogos seriam no Estádio Beira-Rio, e o sistema era de mata-mata, sendo que o torneio teria início já nas semifinais, com os vencedores avançando à final e os perdedores se enfrentando pelo terceiro lugar.

Em nossa estreia, no dia 6 de maio, dois gols de Sócrates garantiram o empate em 2x2 contra o América. Nos pênaltis, deu 4x3 Corinthians (Zenon, Wladimir, Paulinho e Alfinete marcaram), e garantimos vaga na decisão contra o Inter, que eliminou o Palmeiras também nas penalidades.

Na final, disputada em 8 de maio, novamente houve empate após 90 minutos, dessa vez em 0x0. E outra vez ganhamos nos pênaltis: Sócrates, Wladimir, Paulinho e Zenon converteram na vitória por 4x1 sobre os donos da casa e da festa, repetindo o hábito de derrotar o clube organizador do evento, como já havia acontecido na Copa São Paulo de 1975.

Time-base: Leão; Alfinete, Mauro, Wágner (Daniel González) e Wladimir; Paulinho, Sócrates (Luís Fernando) e Zenon; Eduardo, Ataliba (Vidotti) e Paulo Egídio. Técnico: Zé Maria.

Para ver uma lista com todos os títulos da história do Corinthians, clique aqui.

Para acessar os posts sobre outros títulos da história do Corinthians, clique aqui.
                  

Agenda – 10 de novembro

No dia 10 de novembro de:

  • 1897 nasceu Grané, defensor que atuou no Corinthians de 1924 a 1934.

Para ver outras datas importantes da história do Corinthians 
na nossa agenda, clique aqui.

terça-feira, 8 de novembro de 2016

Títulos – Torneio do Povo de 1971

Aproveitando a onda de patriotismo que invadiu o Brasil após a conquista da Copa de 1970, surgiu a ideia de se organizar um campeonato que reunisse os clubes mais populares do país. Foi então criado o Torneio do Povo, mais uma tentativa dos militares de conquistar a simpatia da população brasileira por meio do futebol em tempos de ditadura. A conquista valia a Taça General Emílio Garrastazu Médici, que levava o nome do então presidente da República, troféu que inicialmente seria de posse transitória mas que ficaria em definitivo com o clube que vencesse a disputa três vezes consecutivas ou cinco alternadas – embora não tenha dado tempo disso acontecer, já que o torneio acabou sendo extinto em 1973 após ser realizado apenas três vezes.

Em 1971, a edição inaugural reunia Corinthians, Flamengo, Atlético-MG e Internacional, ou seja, as equipes de maior torcida dos principais centros econômicos e esportivos do país (respectivamente, São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Rio Grande do Sul). Elas formavam um quadrangular, com todas se enfrentando em turno e returno. Após seis rodadas, o time com mais pontos somados seria o campeão.

Estreamos com um empate em 3x3 contra o Atlético-MG, em um jogo emocionante no qual saímos na frente, tomamos a virada, empatamos, sofremos o terceiro aos 44 do segundo tempo e buscamos a igualdade novamente aos 46. Na sequência, outro empate: 0x0 contra o Flamengo. Encerramos o primeiro turno contra o Internacional, líder da competição após vencer suas duas primeiras partidas, mas simplesmente atropelamos: 3x0, o que nos colocou na ponta da tabela ao lado da equipe gaúcha.

No segundo turno aconteceu tudo exatamente como no primeiro: empates contra Flamengo e Atlético (ambos por 0x0) e nova decisão contra o Inter, que outra vez havia assumido a liderança. Assim, na partida disputada em 19 de fevereiro no campo neutro do Mineirão, não havia alternativa para o Timão: era vencer ou vencer. E no sufoco com o qual já estamos acostumados, o 1x0 chorado, com gol de falta de Rivellino logo aos 13 minutos do primeiro tempo, deu a taça do novo torneio, entregue pelas mãos do presidente Médici, para o verdadeiro time do povo.

Há divergências a respeito da oficialidade do título. Há fontes que afirmam ser sim um torneio oficial, por ter sido aprovado e reconhecido pela CBD em sua terceira edição, em 1973. No entanto, outros argumentam que a disputa foi criada pelo Atlético-MG e pelo Flamengo e organizada pelos próprios clubes participantes, o que nos obriga a classificar o campeonato como amistoso.

Rivellino foi um dos artilheiros da competição, com dois gols marcados.

Time-base: Ado; Zé Maria, Ditão, Luís Carlos e Pedrinho; Tião e Rivellino; Lindóia (Suingue), Paulo Borges, Benê (Ivair) (Mirandinha) e Aladim. Técnico: Aymoré Moreira.

Para ver uma lista com todos os títulos da história do Corinthians, clique aqui.

Para acessar os posts sobre outros títulos da história do Corinthians, clique aqui.
                  

Agenda – 8 de novembro

No dia 8 de novembro de:


Para ver outras datas importantes da história do Corinthians 
na nossa agenda, clique aqui.

segunda-feira, 7 de novembro de 2016

Pós-jogo: São Paulo 4x0 Corinthians

Campeonato Brasileiro 2016 – 34ª rodada

Espancados por um time que briga para não cair (ou melhor, brigava, porque agora já escapou) e que havia sido derrotado pelo lanterna na última rodada. Que vergonha.

E pensar que um ano atrás vencíamos o mesmo rival por inesquecíveis 6x1. Pois é, o mundo dá voltas.

Próximo jogo: 16/11, contra o Figueirense, fora de casa, pelo Brasileirão.

Veja os gols no vídeo:


Para ver os posts dos outros jogos do Campeonato Brasileiro 2016, clique aqui.
         

Agenda – 6 de novembro

No dia de novembro de:

  • 2005 ocorreu o "Eterno 7x1": Corinthians 7x1 Santos, pelo Campeonato Brasileiro.
       
Para ver outras datas importantes da história do Corinthians 
na nossa agenda, clique aqui.